CASA PVHA

Ong ativa serviço de acolhimento a pessoa vivendo com Aids em Araguaína


 A Ong Ide Livre gerida pelo ativista da cidadania e blogueiro webevangelista irmão Ryba Gonçalves, estar reativando o serviço de saúde de apoio a pessoas vivendo com Aids (PVHA) em Araguaína Tocantins.

A instituição privada do terceiro setor vem desenvolvendo um trabalho social e de saúde, especialmente em relação ás drogas e ás Dst/aids desde 1990. Segundo  o presidente da Ong irmão Ryba Gonçalves,  o novo serviço de apoio ás pessoas vivendo com Aids na cidade, é a continuidade da assistência anterior que estas pessoas vinham recebendo de uma outra Ong/Aids parceira, mas que fora abortado por motivos fúteis de alguns (uma) gestores públicos insensíveis a este grupo de pessoas vulneráveis desta região Amazônica.

De acordo com o irmão Ryba, “Novamente eu fiz uma solicitação deste serviço  para a secretaria municipal de saúde,, e desta vez, enfim, o secretário Dr.Jean Coutinho de comum acordo com o prefeito municipal Ronaldo Dimas, bem como o presidente da câmara municipal da cidade vereador Marcus Marcelo, seus pares e outros, acolheram a proposição da reativação deste serviço tão necessário para a nosso município, assim como para toda região do sul do Pará, Maranhão, e sul do Piauí” Como vemos, o projeto da casa de apoio PVHA CTD-IDE LIVRE é consistente e viável na atual conjuntura da saúde regional .tocantinense.

Conforme o organizador da reativação deste serviço irmão Ryba, todo o processo de implantação será realizado dentro da visão da cidadania,  buscando parceiros para o desenvolvimento desta casa de apoio no modelo de albergado. Um dos primeiros apoios recebidos pela Ong foi a liberação de um imóvel desativado da secretaria municipal da saúde de Araguaína no regime de comodato. No local funcionou um serviço precário de farmácia e de odontologia fora das normas técnicas e sanitárias  da saúde, diz o proponente do serviço.

Para a efetivação de todo projeto da Casa de Apoio PVHA em Araguaína, a Ong, busca parceiros em todas ás áreas afins para o seu desenvolvimento diário. A casa oferecerá acolhida de três (03) dias para a sua clientela com alimentação, no primeiro momento atenderá até 8 pessoas, assim como realizará atividades terapêuticas com profissionais da psicologia e monitores sociais das áreas lúdicas e sociais. Além destes serviços, a casa também oferecerá apoio através de assistentes sociais para o acompanhamento dos soros positivos em suas consultas & outros na rede municipal da saúde, bem como assistência aos seus familiares, especialmente aos residentes em Araguaína.

O ativista da cidadania e webevangelista irmão Ryba Gonçalves vem realizando o seu “Ministério” (se é que possa ser considerado assim!),devagarinho e sempre como o mineirinho de Frutal há mais de 30 anos em Tocantins, especialmente na cidade de Araguaína...pasmem amigos!  “voluntariamente”. O blogueiro nos disse ainda que ele e outros de sua equipe já participaram de dezenas de treinamentos, fóruns, conferências e oficinas de saúde  em Tocantins e Brasília, em conjunto com os mais destacados ativistas da área das Dst/Aids e redução de danos do país.

De acordo ainda com o ativista, a implantação da casa de apoio PVHA de Araguaína será realizada sem afobação e holofotes de visibilidades. Pois o mais importante na proposição vigente da Ong,  não é quem estar na presidência e/ou ajudadores, mas sim, aquele (a) que será o objeto de apoio, o qual precisa de compreensão, dignidade e amor fraternal de todos, pois a sua enfermidade não é um castigo divino, como muitos apregoam por ai tentando colocar Deus como um carrasco da humanidade, devido simplesmente esta epidemia atacar em princípio.o grupo LGBT, entretanto, hoje em da, o público heterossexual, inclusive "Santo do pau Oco"...são os mais vulneráveis e onde  se encontram os maiores índices de soros positivos do país.

Para socializar o serviço da casa de apoio PVHA CTD-IDE LIVRE de Araguaína, a Ong coloca a disposição de todos a sua proposta de saúde no modelo albergado para esta mesoregião da Amazônia legal, bem como para o país.
Um dos coordenadores do projeto o webevangelista irmão Ryba Gonçalves que tem experiência na área da saúde preventiva sobre ás drogas, redução de danos e prevenção ás Dst/Aids, vem conclamar a sociedade tocantinense, bem como da região,  para ajudar a “cuidar” de fato de nossos semelhantes, independente da cor, raça, opção sexual e/ou  religiosa. E como cristãos, irmão Ryba acredita que a igreja precisa sai do discurso vazio,  parar de “demonizar” o seu próximo e demonstrar o verdadeiro amor de Deus, acima do preconceito religioso institucional ainda presente em muitas denominações evangélicas e cristãs deste país..



A Proposição do Projeto:


PROPOSTA DE FUNCIONAMENTO

Av. Santa Isabel S/N  - Setor Oeste / São Miguel - Araguaína – TO, CEP 77.817-010
E-mail: idelivre@hotmail.com – Blog:http://idelivreblog.blogspot.com  - Fone (63) 3412 - 1508

CASA DE APOIO PVHA  CTD -  IDE LIVRE DE ARAGUAÍNA

1.1 – Ong proponente:
CTD – IDE LIVRE (filial)
1.2 – Coordenação: Drª  Maria Aparecida Lourenço Neves
Responsável pela instituição: Ativista, José Ribamar Gonçalves Lima

1.3 – Dos antecedentes
Com o apoio do ministério da saúde através da Fundação Bill Gates, anteriormente uma Ong/Aids da sociedade civil, (nossa parceira da cidadania) realizou um serviço relevante tipo albergado com pessoas vivendo com Aids na cidade de Araguaína, as quais, muitas ainda hoje são provenientes do sul do Pará, sul do Maranhão, sul do Piauí e meio norte de Tocantins. A casa de apoio funcionou no período de 2003 a 2005, como Casa de passagem para pessoas vivendo com HIV e Aids” a qual proporcionava assistência e estadia para este grupo de pacientes nesta mesoregião da Amazônia legal...
Após esse tempo de funcionamento, a casa de passagem PVHA de Araguaína veio a ser fechada por motivos vários...ficando o referido imóvel a ser transferido e administrado por outra entidade afins, que se comprometesse com a política Nacional das DST Aids nesta região. Neste caso, estaria sob a responsabilidade da Ong Ide Livre, parceira em vários projetos preventivos junto a CN/MS,CE/TO e CM /ARN de DST/Aids, a dar viabilidade ao novo projeto de  funcionamento desta casa de apoio PVHA naquela ocasião, e quiçá doravante. A nova entidade proponente Ide Livre, enviou todas as propostas e projetos solicitados  a quem de direito em relação ao acordado com a CN,CE,CM de Dst/Aids, todavia, não foi possível a reativação deste serviço nesta cidade por motivos vários já mencionados anteriormente (...) por conseguinte, alheios ao que fora estabelecido em reunião por estes órgãos públicos, e de comum acordo com a maioria dos diretores da antiga Ong gestora do serviço naquele período de 2003/2005.  Os quais deram seu aval para a continuidade deste serviço de pessoas vivendo com Aids no imóvel citado  através de uma outra Ong da sociedade civil afins, neste caso, a Ong Ide Livre que na época possuía (e ainda possui!) estruturas funcionais adequadas, bem como “equipe técnica qualificada”, com profissionais da área da saúde e educadores sociais, os quais são conhecedores desta epidemia que vem ceifando a vida de muitos de “nossos semelhantes”, muita das vezes, por falta de informações e cuidados adequados em  suas constantes “saidinhas”  e  atividades sexuais realizadas por debaixo dos panos (...)  escondidas  em armários de aço e palavras aveludadas!.

2.1 – Memorial da Ong Ide Livre
A Ong Ide Livre foi fundada em 20/08/1989 com abertura jurídica através do CNPJ em 25/01/1990, tendo como proposta; fazer um trabalho nas áreas da saúde através da prevenção e assistência aos viciados em drogas, assim como a outras doenças relacionadas com a mesma, tais como: HIV e AIDS incluindo as DSTs.
2.2 - A organização sentindo a necessidade de mais atuação entre a população diretamente atingida com a Aids, ampliou a sua linha programática incluindo atividades de proteção aos direitos humanos e a defesa da vida.
2.3 - A instituição, desde o princípio tem desenvolvido palestras nas escolas públicas e particulares, bem como em áreas livres, através da exposição dialogada, shows musicais e apresentação teatrais, feiras de ciências, cursos profissionalizantes e orientação ao dependente químico e seus familiares.
2.4 - No ano de 2002 a Ong intensificou o seu trabalho nas áreas de prevenção ás DST/HIV AIDS, em conjunto com as Coordenações Municipal, Estadual e Nacional de DST/HIV AIDS em Araguaína. Durante esse período a Ong Ide Livre adquiriu conhecimentos e experiência em relação as DST/HIV AIDS, através de cursos, seminários e treinamentos específicos. Tendo atingido e beneficiado diretamente mais de 25 mil jovens e adolescentes, bem como a população adulta da periferia através do trabalho preventivo sobre as DST e a AIDS. Hoje a Ong estar preparada para fazer um trabalho de Assistência ás pessoas vivendo com HIV AIDS nesta mesoregião.
2.5 - A Ong Ide Livre possui em seu quadro de membros e colaboradores; bioquímicos, enfermeiros, pedagogos, médicos, advogados, educadores sociais, músicos e voluntários, afinados com a proposta  da organização. Outra ação importante da Ong Ide Livre diz respeito ao seu engajamento na luta contra a homofobia em nosso estado ao lado dos movimentos afins, e do “Fórum Ong Aids do Tocantins”, onde a organização como membro, participou efetivamente das políticos de interesses deste seguimento com desprendimento e afinco. Outrossim, até hoje, luta pela melhoria do atendimento efetivo deste grupo social humano, muita das vezes desassistidos pelo poder público. Assim, a instituição vem desde 1990 empreendendo esforços para a melhoria da qualidade de vida de nossa comunidade.

3.1 – DESCRIÇÃO SUSCINTA DO PROJETO
Araguaina, o sul do Pará, Piauí e Maranhão, assim como o meio norte de Tocantins, estão vivenciando hoje uma experiência que já é bem conhecida em grandes cidades  que é; o HIV/AIDS atingindo crianças, jovens, adultos e idosos. E sendo Araguaína considerada como cidade polo de referência em saúde para a região norte do estado, bem como para toda esta mesoregião Amazônica.  Tendo em registro no hospital de referência de doenças tropicais (HDT) e SESAU. centenas de pessoas vivendo com HIV/AIDS e milhares soros positivos, incluindo municípios vizinhos e procedentes de outros estados. A Ong Ide Livre sabendo que essas pessoas em sua maioria são de baixa renda, necessitam portanto,  de um ambiente adequado onde possam se sentirem melhor abrigadas, bem como orientadas sobre sua atual condição de HIV Positivo, nesse contexto, elas necessitam serem melhor orientadas sobre o sexo seguro, ás doenças oportunistas e outras doenças sexualmente transmissíveis...a nossa Ong se propõe...

3.2 - Objetivo geral do projeto
Dar assistência, abrigo e alimentação, apoio psicológico e orientação à adesão ao tratamento para às pessoas vivendo com HIV/Aids em transito, provenientes de outros estados e do meio norte do estado, bem como aos soros positivo do nosso município.

4.1 - Metodologia a ser empregada
Abrigar e dar suporte necessário ás pessoas vivendo com HIV/AIDS de baixa renda, e/ou ás que assim necessitarem por tempo determinado, para que sejam realizadas consultas e exames necessários, bem como dar orientações sobre à adesão ao tratamento, apoio psicológico e até mesmo espiritual, melhorando o relacionamento consigo mesmo e seu grupo de soro positivo, assim como com seus familiares e a sociedade em geral. Quiçá, ainda possível, realizar praticas de sustentabilidades com oficinas e cursos de capacitação de curto período, atividades lúdicas, assim como a inclusão digital.
5.1 - Integração com o SUS
Em parceria com as secretarias Municipal, Estadual da Saúde, Ministério da Saúde e Entidades Afins, a nossa Ong pretende realizar intervenções sistêmicas com distribuição de materiais educativos e insumos de prevenção na casa de apoio, nas unidades escolares, municipais e estaduais, assim como junto a comunidade realizando palestras sobre ás doenças sexualmente transmissíveis e o HIV/AIDS, objetivando amenizar e evitar preconceitos e tabus impostos pela população sem informação sobre esta epidemia, bem como o seu relacionamento com ás pessoas vivendo com Aids, e enfatizando sempre as campanhas de prevenção ao HIV/AIDS e outras DSTs, além de divulgar a importância da realização do teste do HIV junto ás unidades de saúde pública.

6.1 – Resultado Esperado
Contribuir com ás pessoas vivendo com HIV/AIDS para um tratamento mais humanizado, objetivando um possível aumento de sua sobrevida no seu tratamento futuro e no já iniciado.
6.2 - Incentivar à adesão aos que estão se inserindo no processo do tratamento sistematizado, garantindo estadia e alimentação aos hospedes da casa de apoio durante seu período de consultas e/ou exames na cidade de Araguaína. Incentivando não só ao tratamento,, mas sim, a sua estabilidade psicológica e dignidade na sociedade em que vive.

7.1 – Espaço físico  para a viabilidade do projeto
Para a viabilização do funcionamento da “Casa de Apoio PVHA  CTD - Ide Livre” a Ong  já possui um local alternativo adequado e privativo,  onde a organização irá realizar o seu trabalho de acolhida das pessoas vivendo com AIDS provenientes do sul do Pará, sul do Maranhão, sul do Piauí, meio norte de Tocantins, assim como da cidade de Araguaína, o qual estar  localizado no setor Oeste/São Miguel av. Santa Isabel (antiga Ubs/farmácia). O referido imóvel foi cedido pela Secretaria Municipal da Saúde de Araguaína no regime de comodato a nossa Ong Ide Livre, para que a organização possa dar continuidade á assistência (humanizada!) ao grupo PVHA desta região, especialmente aos que vivem em nossa cidade. (a casa pode ser sua,  disponha-se em usá-la e/ou apoia-la!!!).                                                                                                 
                                                                                                Araguaína,01 de junho de 2015

Drª Maria Aparecida Lourenço Neves
Coordenadora da casa de apoio  CTD – Ide livre

Ativista: José Ribamar Gonçalves Lima
  Presidente da Ong Ide Livre


SITE DE APOIO, ACESSE: www.cerradonoticias.com


CONHEÇA O TRABALHO DE CIDADANIA DA ONG MISSÃO IDE LIVRE DESDE 1990;

BLOG:: http://idelivreblog.blogspot.com.br/

FOTOBLOG: http://www.flogao.com.br/idelivre

MAIS FOTOS (clique p/ampliar)










PROPOSTA ORIGINAL ENVIADA AOS ÓRGÃOS PÚBLICOS E AFINS

Endereço: Rua Falcão Coelho 1172 – Bairro São João Fone: (63) 3415-4651


PROPOSTA DE FUNCIONASMENTO DA CASA DE PASSAGEM PVHA IDE LIVRE DE ARAGUAÍNA

1.1 – Instituição proponente
Missão Ide Livre
1.2 – Responsável pela entidade
José Ribamar Gonçalves Lima
1.3 – Dos antecedentes
Com o apoio do ministério da saúde através da Fundação Bill Gates,a qual destinou anteriormente a entidade Grupo de Assistência PVHA Pró-Viver, cerca de 65.000 R$ a esta entidade para adquirir um imóvel com área de 720 m² bem como, com 320 m² de área construída, objetivando abrigar pessoas vivendo com Aids em trânsito na cidade de Araguaína provenientes do sul do Pará, sul do Maranhão e norte de Tocantins, a qual funcionou nos anos de 2003 a 2005, como casa de passagem para pessoas vivendo com HIV e Aids durante esse período dando assistência a este grupo de pacientes nesta mesoregião...
Após esse tempo de funcionamento, a casa de apoio PVHA de Araguaína veio a ser fechada por motivos vários de gestão e outros, ficando o imóvel a ser transferido e administrado por outra entidade afins, que se comprometesse com a política Nacional das DST Aids nesta região. Neste caso, ficando sob a responsabilidade da Missão Ide Livre a viabilidade do novo funcionamento desta casa de passagem naquela ocasião e  doravante. A referida entidade proponente enviou todas as propostas em relação ao acordado com a CN,CE,CM de Dst aids, todavia, não foi possível a efetivação deste serviço nesta cidade por motivos vários, alheios ao que fora estabelecido em reunião por estes órgão públicos, e de comum acordo com os antigos diretores da Ong Pró-Viver.

2.1 – Memorial da Missão Ide Livre
A ONG Ide Livre foi fundada em 20/08/1989 com abertura jurídica através do CNPJ em 25/01/1990, tendo como proposta; fazer um trabalho nas áreas da saúde através da prevenção e assistência aos viciados em drogas, assim como, outras doenças relacionadas com a mesma, tais como: HIV e AIDS incluindo as DSTs.
2.2 - A organização sentindo a necessidade de mais atuação entre a população diretamente atingida ,ampliou a sua linha programática incluindo atividades de proteção de direitos humanos e a defesa da vida.
2.3 - A instituição, desde o princípio tem desenvolvido palestras nas escolas públicas e particulares, bem como em áreas livres, através da exposição dialogada, shows musicais e apresentação teatrais, feiras de ciências, cursos profissionalizantes e orientação ao dependente químico e seus familiares.
2.4 - No ano de 2002 a ONG intensificou o seu trabalho nas áreas de prevenção ás DST/HIV AIDS, em conjunto com as Coordenações Municipal, Estadual e Nacional de DST/HIV AIDS em Araguaína. Durante esse período a ONG Ide Livre adquiriu conhecimentos e experiência em relação as DST/HIV AIDS, através de cursos, seminários e treinamentos específicos. Tendo atingido diretamente mais de 25 mil jovens e adolescentes, bem como a população adulta da periferia através do trabalho preventivo sobre as DST e AIDS. Hoje a ONG estar preparada para fazer um trabalho de Assistência a pessoas vivendo com HIV AIDS.
2.5 - O ONG Ide Livre possui em seu quadro de membros e colaboradores; bioquímicos, enfermeiros, pedagogos, médicos, monitores sociais e voluntários afinados om a proposta  da organização. Outra ação importante da ONG diz respeito ao seu engajamento na luta contra a homofobia em nosso estado ao lado dos movimentos afins, e do “Fórum Ong Aids do Tocantins”. Onde a organização como membro, participou efetivamente das políticos de interesses deste seguimento. Outrossim, até hoje, luta pela melhoria do atendimento efetivo deste grupo humano, muita das vezes desassistidos pelo poder público. Assim, a instituição vem desde 1990 empreendendo esforços para a melhoria da qualidade de vida de nossa comunidade.

3.1 – DESCRIÇÃO SUSCINTA DO PROJETO
Araguaina, o sul do Pará e Maranhão, assim como o norte de Tocantins, hoje estar vivenciando uma experiência que já é bem conhecida em cidades grandes que é; o HIV/AIDS atingindo crianças, jovens, adultos e velhos. E sendo Araguaína considerada como cidade polo de referência em saúde para a região norte do estado, bem como toda esta mesoregião amazônica, tendo em registro no hospital de referência (HDT) centenas de pessoas vivendo com HIV/AIDS, incluindo municípios vizinhos e procedentes de outros estados. A ONG Ide Livre sabendo que essas pessoas em sua maioria são de baixa renda, necessitam de um ambiente adequado onde possam se sentirem melhor abrigadas, bem como orientadas sobre sua atual condição de HIV Positivo e orientando sobre sexo seguro, doenças oportunistas e outras doenças sexualmente transmissíveis.
3.2 - Objetivo geral do projeto
Dar assistência, abrigo e alimentação, apoio psicológico e orientação à adesão ao tratamento ao tratamento às pessoas vivendo com HIV/Aids que fazem tratamento em Araguaína Tocantins.

4.1 - Metodologia a ser empregada
Abrigar e dar suporte necessário ás pessoas vivendo com HIV/AIDS de baixa renda, e/ou ás que assim necessitarem por tempo determinado para que sejam realizadas consultas e exames necessários, bem como dar orientações sobre à adesão ao tratamento, apoio psicológico e até mesmo espiritual. Melhorando o relacionamento consigo e seu grupo, assim como seus familiares e a sociedade em geral. Quiçá, ainda possível praticas de sustentabilidade com oficinas e cursos de capacitação de curto período.

5.1 - Integração com o SUS
Em parceria com as secretarias Municipal,  Estadual da Saúde e Entidade Afins, a nossa ONG pretender realizar intervenções sistêmicas com distribuição de materiais educativos e insumos de prevenção na casa de passagem, nas unidades escolares, municipais e estaduais, assim como junto a comunidade realizando palestras sobre as doenças sexualmente transmissíveis e HIV/AIDS, objetivando amenizar e evitar preconceitos e tabus impostos pela população sem informação sobre esta epidemia, bem como ás pessoas vivendo com Aids, enfatizando as campanhas de prevenção ao HIV/AIDS e outras DSTs, além de divulgar a importância da realização do teste do HIV junto ás unidades de saúde pública.

6.1 – Resultado Esperado
Contribuir com as pessoas vivendo com HIV/AIDS para um tratamento mais humanizado, para um possível aumento de sua sobrevida no seu tratamento já iniciado.
6.2 - Incentivar à adesão aos que estão se inserindo no processo do tratamento garantindo estadia e alimentação aos hospedes da casa de passagem durante seu período de consultas e/ou exames na cidade de Araguaína. Incentivando não só ao tratamento,, mas sim, sua estabilidade e dignidade na sociedade em que vive.
7.1 – Espaço físico  necessário para a viabilidade do projeto
Para a viabilização da “Casa de Passagem PVHA Ide Livre” a ONG necessita de um local adequado e privativo para que a entidade possa realizar o seu trabalho de acolhida das pessoas vivendo com AIDS do sul do Pará, Maranhão, norte de Tocantins, assim como da cidade de Araguaína.
8.1 - Proposta de permuta de local de funcionamento
Tendo em vista que o Ministério da Saúde através da Coordenação Nacional de DST/AIDS contemplou a Ong Pró-Viver (prêmio Bill Gates) com um imóvel na rua das Camélias 1055 setor Jardim Palmeiras do Norte nesta cidade de Araguaína. Sabendo também que o desejo da Coordenação Nacional de DST/AIDS é atender pessoas vivendo com Aids neste imóvel nesta região...
8.2 - Propomos uma permuta do local até o fim da gestão atual de Araguaína, pois a Secretaria Municipal da Saúde vem utilizando este imóvel como posto de saúde (...) atividade alheia a proposição da CN de DST/AIDS para o grupo de pessoas a qual fora estabelecido.
8.3 - Sugerimos a substituição desse imóvel por uma unidade de saúde desativado para que possamos reestruturar este serviço na cidade, de preferência o posto de saúde desativado do bairro Eldorado e/ou do setor Santa Terezinha em nível de parceria público privada (PPP) até 31 de  dezembro de 2016. Durante esse período se fará negociações para a devolução do imóvel do terceiro setor (da entidade ora desativada Pró-viver) localizado à rua das Camélias 1055, o qual não abriremos mão deste imóvel para o serviço proposto de PVHA privado, como sociedade civil organizada membro do Fórum ONG Aids de Tocantins, bem como do Conselho Municipal Antidrogas de Araguaína (Comad).

                                                                                                   Araguaína,25 de março de 2015
José Ribamar Gonçalves Lima
  Presidente da Ide livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário